As horas restantes

As horas restantes são para o amor e para as flores. Para o colo, o cafuné, o silêncio e as histórias. Para as memórias mais lúdicas, para sonhos, para o abraço. As horas restantes são para os trabalhos manuais, para a escrita, para o sexo, para a nudez e para as cores. Para os anjos, para deus, para a respiração, para o sol.

As horas restantes não são o resto das oito horas diárias – essas da prisão dilacerante. As horas restante são a vida em toda sua incompletude. A potência do vir-a-ser. A infância-para-sempre. O parto de um passarinho de asas agitadas que sai do meu peito.

As horas restantes são esse tudo que abre caminho para as fantasias. São as suas mãos nas minhas. A água. A cura.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s